Súmula: Solicita que sejam externadas as Condolências desta Casa Legislativa à Família HEINRICH, pelo falecimento do senhor OSVALDO HEINRICH, pioneiro da cidade de Marechal Cândido Rondon .

Excelentíssimo Senhor Presidente:

O deputado que o presente subscreve, no uso de suas prerrogativas regimentais, requer, após ouvido o Douto Plenário, o envio de condolências à família Heinrich, da cidade de Marechal Cândido Rondon , PR, pelo falecimento de OSVALDO HEINRICH – o último dos três pioneiros de Marechal Cândido Rondon -, ocorrido na data de hoje.
Caso aprovado o presente requerimento, solicita-se seja dada ciência do mesmo à família enlutada, na pessoa de Ilton Heinrich, via correspondência, a ser encaminhada a Rua Pernambuco 1400 – Centro – CEP 85960-000 – Marechal Cândido Rondon – PR.

SALA DAS SESSÕES, em 16 de Agosto de 2010.

ELIO RUSCH
Deputado Estadual

(Justificativa ao Requerimentos de Pêsames – falecimentos de Osvaldo Heinrich)
—————————————————————————————————
Neste 16 de agosto de 2010 o município de Marechal Cândido Rondon lamenta a perda do pioneiro Osvaldo Heinrich, um dos mais significativos baluartes de sua história.
Osvaldo, oriundo das terras do sul, chegou como desbravador em companhia de Antônio Rockembach e Erich Ritscher ( ambos também de saudosa memória), em 07 de março de 1950, às entranhas da então chamada Fazenda Britânia, em projeto da Colonizadora Maripá. Como retrata o hino do município, “ao som da serra e do machado três homens hastearam uma bandeira, futuro viram em todo lado e apostaram a vida inteira”.

Assim foi a vida de Osvaldo Heinrich, uma sucessão de trabalho, luta e sacrifício. Em vida, o desbravador teve a bênção de poder contemplar o processo de crescimento do município, um modelo de urbanismo planejado em meio a vastas plantações.
Um pioneiro não morre jamais, porque o eco de sua existência há de ressoar para sempre nestas plagas, através do trabalho e do empenho das novas gerações, na continuidade de tão grandiosa obra iniciada há mais de meio século ao som de serra e de machado.
Na história de Marechal Cândido Rondon, o nome de Osvaldo Heinrich fica eternamente gravado. Um exemplo a ser seguido e reverenciado, sempre.

Aprovado em 16 .8.2010.

Encaminhado ao destinatário
pelo of. Nº 3.780/10/CEA, da
1ª Secretaria da ALEP, em 18.8.2010

Fonte: Gabinete.