CONCEDE O TÍTULO DE CIDADÃO HONORÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ AO SENHOR EVALDO ULINSKI.

DECRETA:
Art. 1º Fica concedido o título de Cidadão Honorá­rio do Estado do Paraná ao Sr. Evaldo Ulinski.
Art. 2º Esta lei entra em vigor na data de sua publi­cação.

Sala das Sessões, em 18.02.08.

JUSTIFICATIVA:

Evaldo Ulinski, nasceu em 01/03/44, na cidade de Mafra, Santa Catarina. A cidade é considerada pólo do planalto catarinense e destaca-se mundialmente pela pro­dução de mel, cujos habitantes são conhecidos por sua mansidão, pelo jeito calmo e sutil.

Evaldo é um paranaense de coração, pessoa equili­brada que rarissímamente se exalta ou assume posições contundentes. Isso talvez ajude a explicar porque Evaldo, Presidente de um dos maiores grupos avícolas do país, sempre trabalhou no sentido de congregação e da união.

Filho de João Ulinski e Enriqueta Ulinski é o oitavo dos nove irmãos, sua infância era dividida entre as brincadeiras e o trabalho, foi engraxate ainda garoto. Nos anos 60, mudou-se para Curitiba, onde completou os estudos de segundo grau e casou-se com Nylcéia Ulinski, desta união nasceram três filhos, Evaldo Júnior, Fernanda e Francielle.

Na vida profissional exerceu funções das mais diversas, foi representante comercial Olivetti, posterior­mente, ajudando um amigo que passava dificuldades, recebeu em troca algumas dúzias de ovos para vender, era a época dos ovos caipira, ninguém conhecia os ovos da granja, mas isso não intimidou Evaldo, que em pouco tempo passou de único vendedor a administrador de uma frota de oito veículos que comercializavam ovos de granja em Curitiba.

Nos anos 70 mudou-se para o norte do Paraná, onde aflorou seu lado empreendedor. O empresário se aventurou em outro segmento, o de ração para a avicul­tura e o negócio prosperou até que as outras empresas passaram a produzir sua própria ração e inviabilizaram o negócio. Foi quando Evaldo deu o pontapé inicial na empresa que viraria sua “galinha dos ovos de ouro”.

Inicialmente em 1980, a Big Frango abatia três mil aves por dia, 25 anos depois, a fábrica atingiu a impressi­onante marca de 160 mil frangos abatidos diariamente, conquistou o mercado internacional exportando produtos para países como Japão, China e grande parte do Conti­nente Europeu, projetando hoje uma expansão ainda maior.

Atualmente a Big Frango abate 350 mil aves diá­rias e a unidade de Rolândia tem capacidade para abater 500 mil aves, número que deve ser atingido nos próximos anos. Não obstante, a empresa construirá uma nova fábrica, Unidade 02-MT na cidade de Primavera do Leste. A capacidade também será para abate 500 mil aves/dia, tornando a empresa apta a produzir um milhão de frangos diariamente em um futuro muito próximo.

O desenvolvimento da Big Frango também leva ao desenvolvimento da cidade e da região. Já são cerca de 800 granjeiros que trabalham integrados à empresa e o número tende a crescer. A Big Frango também está cons­truindo uma nova fábrica de ração em frente à Unidade-01, de Rolândia, com capacidade para produzir 2,4 mil toneladas por dia do produto. Obras que não param e sus­tentam o crescimento acelerado do grupo.

Ao longo de sua trajetória, sempre pregou a hones­tidade. Para os seus comandados significa um símbolo de humildade e dedicação, com a mesma preocupação de tornar melhor a vida de milhares de pessoas. Hoje, suas empresas geram mais de oito mil empregos diretos e indi­retos. Evaldo, é sem dúvida, o símbolo da determinação e do trabalho.

Big Frango Social

A responsabilidade social e ambiental é uma preo­cupação recorrente no Grupo Big Frango. O foco princi­pal é treinar e transmitir informações, investir e reciclar as pessoas, para que se tornem melhores e mais profissio­nais.

A utilização de material reciclável, o plantio de mais de um milhão e meio de árvores de eucaliptos e o reaproveitamento de 50 mil litros de água/hora, demons­tram a preocupação ambiental da empresa.

Há anos a Big Frango desenvolve e auxilia proje­tos relacionados a questões sociais e ambientais, também, investe na conscientização de seus colaboradores. A empresa entende que fazer investimentos e ações nesse sentido é uma obrigação social. Na Big Frango o discurso e a prática se misturam. Por meio de projetos próprio, parcerias e patrocí­nios, a empresa contribui de forma efetiva para a trans­formação social.

A pedido do Ministério Público da Vara da Infân­cia e Juventude da Comarca de Londrina, a Big Frango fez recentemente um levantamento detalhado das crian­ças cadastradas nas listas de espera de todos os Centros de Educação Infantil (CEI) filantrópicos de Londrina, bem como o levantamento das dificuldades diárias que cada um destes CEIs enfrentam.

O primoroso trabalho realizado no CEIs de Rolân­dia, o qual foi idealizado pelo Sr. Evaldo Ulinski, Presi­dente do Grupo Big Frango, é modelo a ser seguido, aliás, todos os projetos e programas de ação social das empresas do grupo é supervisionados diretamente pelo próprio Presidente.

Equipes de trabalho de campo são formadas pelo departamento de Responsabilidade Social da própria. Diante da escassez alimentar que assolava a maioria dos CEIs de Londrina, optamos por iniciar nosso trabalho distribuindo a todos eles um questionário social no qual cada instituição identificaria suas maiores necessidades, bem como o número de crianças atendidas, para que começássemos o mais rápido possível a distribuição de carne de frango para todos os CEIs que precisassem. Esta carne de frango foi gentilmente oferecida pela empresa Big Frango de Rolândia, que hoje está atendendo 66 CEIs que necessitavam. Atingindo um total de 6.065 crian­ças.

Atendida a prioridade supra, a Big Frango passou então a fazer em conjunto com as visitas em todos os CEIs, o levantamento das crianças cadastradas nas listas de espera. Este levantamento, concluído em setembro de 2007, levou a empresa ao número de 1.026 crianças que estão esperando por uma vaga nos CEIs de Londrina. Cabe salientar que as crianças que completarem seis anos até março de 2008, deverão ingressar no ensino funda­mental, atendendo determinação do Conselho Estadual de Educação, órgão normativo do sistema estadual de ensino.

A Big Frango optou por visitar cada um dos CEIs de Londrina para, através de experiência pessoal, indivi­dualizá-los, apontando a real necessidade de cada um.

Durante a realização deste levantamento de dados, constatou-se uma realidade muito pior do que a esperada, situações estas degradantes, como por exem­plo: criança mordida por ratos; CEIs que alagam quando chove; crianças de berçário que vão embora na sexta-feira e voltam na segunda-feira com a mesma fralda; diversas crianças que chegam à segunda-feira pela manhã, famintas porque não se alimentaram direito no final de semana; e até uma garotinha de cinco anos que não sabia mastigar, tinha desnutrição grave porque sua mãe tinha preguiça de cozinhar e só dava a ela leite na mamadeira.

Art. 15. A criança e o adolescente têm direito à liberdade, ao respeito e à dignidade como pessoas huma­nas em processo de desenvolvimento e como sujeitos de direitos civis, humanos e sociais garantidos na Constitui­ção e nas leis.

Destarte, diante desta situação inconcebível bem como da inércia das autoridades competentes, incumbe-se à sociedade o dever de prover condições mais adequa­das para as crianças atendidas pelo CEIs, correspondendo tal dever ao disposto no artigo 18 do ECA.

Durante a realização deste trabalho, a Big Frango percebeu que a principal causa de serem divulgados números excessivos de crianças em listas de espera, advém do fato de que cada mãe, na angústia por encon­trar uma vaga para seu filho, acaba deixando seus dados em vários CEIs, fato comprovado pela pesquisa de campo realizada pela empresa onde verificou-se a repeti­ção de nomes de crianças em diversas listas. Outro fator que compromete a divulgação correta do número de cri­anças em listas de espera é que os CEIs não fazem uma atualização freqüente de suas listas e não cruzam os nomes de suas listas com os de outras, acabando então por se ter um número irreal divulgado pelo Conselho Tutelar, sendo este número a somatória simples do número total de crianças em cada lista de espera.

Diante dos problemas apontados, conclui-se que uma alternativa eficaz para solucionar tal problema, seria a unificação das listas de espera, criar um local que cen­tralizasse as inscrições nesta lista e, que tal trabalho fosse realizado por um membro do Conselho Tutelar em con­junto com um membro do Ministério Público.

Este trabalho realizado pela empresa a pedido do Ministério Público e atendido prontamente e em parceria pela Big Frango e apoio de estagiárias de Direito da UEL é de suma importância, pois facilita o direcionamento de ações com eficácia.

Centros de Educação Infantil são assistidos diretamente:

A Big Frango iniciou o atendimento, em Londrina, com 6.065 crianças, hoje atende 6.400 crianças de CEIs, orfanatos, Casas Lar de Entidades Não Governamentais, recebem doação de frango uma vez por semana conforme o número de crianças em cada CEI e, dando suporte a muitas que carecem de manutenção.

Em Rolândia são atendidos cinco Centros de Edu­cação Infantil, onde são recebidos através de uma parce­ria, filhos de funcionários do Grupo Big Frango, evitando que as crianças fiquem sem acompanhamento nesse perí­odo e dessa forma proporciona-se a comodidade funcio­nal dos funcionários.

Creche Noturna para os filhos de funcionários é uma realidade:

Iniciou-se em 2005 como um projeto pioneiro, hoje é referência. A creche atende filhos de funcionários do turno da noite. Esse atendimento é feito no Lar Infantil Leão Pita de Rolândia; acredita-se não existir exemplo igual em toda a região.

Instituições parceiras que atendem os filhos de funcionários da Big Frango:

André Luiz – 89;
Nossa Sra. Aparecida – 55;
João Leão Pitta – 47;
São José – 21;
SOAME – 20;
Total: 232.

Em Rolândia, ainda, são atendidas APAE, asilos, subsídio ao Contra Turno Social de todos os CEIs numa parceria com a Prefeitura Municipal/APMEI.

Cestas básicas

Entre os benefícios destacam-se a cesta básica que há muitos anos vem contribuindo para a tranqüilidade dos funcionários da empresa, garantido as necessidades das famílias durante o mês. São mais de 1.900 cestas básicas/mês.

Moderno refeitório

Todos os dias são servidas em média 2.200 refei­ções que garantem aos funcionários e colaboradores uma refeição equilibrada e de boa qualidade.

Departamento médico

Com o objetivo de garantir o bem-estar dos funcio­nários através do atendimento multidisciplinar, envol­vendo médicos; clínico geral, do trabalho, enfermeiras fonoaudióloga, fisioterapeuta e equipe de segurança do trabalho, onde são realizadas aproximadamente 1.000 consultas mensais, e o médico do trabalho realiza entre admissionais, demissionais e periódicos em média mais 400 exames/mês.

Ginástica laboral

A ginástica laboral é a realização de exercícios físicos no ambiente de trabalho, durante o horário do expediente, com o objetivo de promover a saúde e o bem-estar dos funcionários.

Atendimento aos funcionários

A empresa conta com uma equipe de psicólogos e assistentes sociais, com atendimento diário aos fun­cionários com o objetivo de orientar e auxiliar em suas necessidades pessoais (encaminhamentos, acon­selhamentos…) também nas atividades dentro da empresa.

Convênios

Em parceria com farmácias e supermercados, rea­liza descontos em folha de pagamento proporcionando aos funcionários facilidade em suas compras.

A Big Frango é a empresa amigo do Hospital do Câncer de Londrina.

Semanalmente doa de 240 a 280 refeições para o Hospital do Câncer de Londrina aos enfermos e seus acompanhantes, familiares ou não.

O Grupo Big Frango atende também:

Hemocentro; Asilos/Londrina; Guarda Mirim/ Londrina; APAE/Londrina – doação semanal de frango; Fundação Galvão Bueno/ na construção da creche Dia de Idosos.

Lei Sancionada N° 15921 de 2008 Publicada no Diário Oficial N° 7783 de 12/08/2008