Na última segunda-feira (23) o deputado Elio Rusch usou a tribuna na Assembleia Legislativa para reafirmar o que o jornal Folha de São Paulo publicou no final de semana: Paraná e Rondônia foram os únicos estados a crescerem em 2017. A matéria ainda enfatiza que as demais 25 unidades da federação cortaram R$ 23 bilhões em investimentos comparado a 2014. Os dados foram obtidos por meio do relatório da IFI – Instituição Fiscal Independente do Senado. Paraná cresceu 16,1%.

Conforme observou Elio Rusch, o então governador Beto Richa orientava os deputados da base a pensar em todos os paranaenses. Ele salientou a gestão extraordinária do governo do Estado.

“Nós ficamos com o futuro do Paraná ou com a minha popularidade, prefiro o futuro do Paraná, dizia o governador Beto Richa. E nós os deputados da base fomos muitas vezes hostilizados por aprovar medidas amargas que comprovam hoje, decisão acertada. Crescemos 16,1% muito à frente de Rondônia com 0,8% – os demais cortaram investimentos por não terem feito o dever de casa, nós fizemos”, disse Elio Rusch.

As medidas tomadas pelo governo do Paraná, desde 2014, resultou em grandes dividendos para o Estado. Elio Rusch comentou sobre as cinco maiores economias estaduais (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná).

“O Paraná é a quinta economia, mas a única, desse grupo, a apresentar crescimento e solidez em seus compromissos. Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul enfrentam sérios problemas para honrarem compromissos com a folha de pagamento de seus servidores. O Paraná mantém pagamentos em dia”, relembrou Elio Rusch.